quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

QUARTA- FEIRA DE CINZAS E QUARESMA

"Na quaresma nós intensificamos essas oportunidades que Deus tem de entrar na nossa vida,de agir no nosso coração,de mudar o nosso jeito de ser.Você pode ter certeza que muita coisa vai ficar melhor na sua vida à medida que você permitir que Deus seja em você. Pode observar. Geralmente os nossos sofrimentos nascem de regiões da nossa vida e do nosso coração,onde Deus está ausente.
Porque se Deus não preenche o espaço,nós vamos dar um jeito de preencher com aquilo que é humano,com aquilo que é frágil.Geralmente aquilo que é humano e frágil,não nos sustenta durante muito tempo.Agora aquilo que é humano e frágil mas está sobre o comando de Deus, este vai durar.
Por que?... a benção e a Graça de Deus nos sustenta nesta hora. Eu continuo tendo todos os pecados do mundo,todos os limites do mundo,você também. Mais a certeza que nós não nos perdemos de Deus é que nos dá garantia para gente não deixar de continuar. E a quaresma é esse tempo Especial que a Igreja nos chama,nos abre os olhos,para aquilo que nós estamos deixando de lado.
É sempre bom a gente tomar consciência daquilo que nós estamos esquecendo da nossa vida cristã para que a gente possa reassumir. Reassumir estes compromissos com Deus é dar a ele a oportunidade de continuar agindo e trabalhando em nós".
((Pe Fábio de Melo))


Tempo de Quaresma
Depois da alegria ou euforia das festas e férias, chegamos a um tempo de mais tranqüilidade, reconsideração, oração, penitência e caridade.
Para o mundo cristão, Quaresma é tempo de repensarmos nossa vida e nosso relacionamento com Deus e com o próximo.
É um dever natural de gratidão para com o Criador e respeito pela vida, buscarmos a paz e darmos mais atenção ao resumo dos mandamentos:
“Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.”

- O Tempo de Quaresma vai da quarta-feira de cinzas até a Missa “na Ceia do Senhor”, exclusive.
Essa Missa vespertina dá início ao Tríduo da Paixão, morte e Ressurreição do Senhor, que tem
seu ponto alto na Vigília Pascal e termina com as Vésperas do Domingo da Ressurreição.
A semana que precede a Páscoa tem o nome de Semana Santa e tem início com o Domingo de Ramos.
2- A Quaresma principia com um rito penitencial, na Quarta feira de Cinzas.
O rito da bênção e imposição das cinzas não é necessariamente unido à Missa; pode ser celebrado sem esta.



O mundo cristão iniciou, na Quarta-feira de Cinzas, o Tempo de Quaresma.
São 40 dias que antecedem a celebração da Resurreição de Cristo.
A Quaresma é tempo privilegiado de jejum, esmola e oração.
É tempo sagrado, de buscar e oferecer a misericórdia e o perdão.
É tempo abençoado, de rever a vida em ambiente de mais silêncio.
É tempo iluminado, de mais leitura da Palavra de Deus
e estarmos unidos a Ele, em oração

É tempo de promover a vida e dar mais atenção
às pessoas que encontramos em nosso caminho.
É tempo de sermos mais ternos e fraternos.
É tempo de valorizar a simplicidade.
Uma santa Quaresma a todos!


Prece de Quaresma
Ir. Zuleides M. de Andrade, ASCJ

Senhor, que neste tempo de conversão e de purificação
Tua divina Palavra encontre ressonância em mim!
Que ao seguir as práticas do jejum, da esmola e da oração,
palmilhe caminhos de interioridade e de fraternidade!

Passados tantos anos e vencidas diferentes etapas do meu viver,
serenamente contemple Tua imagem na Cruz da Redenção
agradeça a grande misericórdia e imenso amor.

Creio, Senhor, que misteriosamente continuas a caminhar comigo.
Nas alternâncias de trevas e de luz, sigo confiante na Tua promessa
de permaneceres comigo e para sempre.

Adoro Tua Pessoa divina em meu santuário de paz interior onde,
com calma, fecho as pétalas da alma e Te acolho, como uma flor,
que recebe a brisa suave, o sereno e o beijo do sol.

Preciso de tua ajuda, Senhor, durante esse tempo abençoado
que precede a celebração de Tua gloriosa Ressurreição.
Ilumina-me, purifica-me e fortalece-me na fonte de Tua Graça!

Que eu saiba desvencilhar-me de pensamentos, sentimentos,
palavras e ações que não me levam a Ti!
E passe tantas coisas que faltam aos meus irmãos.

Fica comigo, Senhor, quando olho para o Céu, em prece,
e quando estendo as mãos em gestos de solidariedade e paz.
Que em mim, o Pai e os irmãos possam ver a Ti!

A todos os meus desejos de harmonia, de paz e de bem,
os Anjos da Ressurreição digam : "Amém"!

------------------
O QUE É QUARTA-FEIRA DE CINZAS?
É um princípio da Quaresma; um dia especialmente penitencial, em que manifestamos nosso desejo pessoal de CONVERSÃO a Deus. Quando vamos aos templos em que nos impõem as cinzas, expressamos com humildade e sinceridade de coração, que desejamos nos converter e crer de verdade no Evangelho.


QUANDO TEVE ORIGEM A PRÁTICA DAS CINZAS?

A origem da imposição da cinza pertence a estrutura da penitência canônica. Começou a ser obrigatória para toda a comunidade cristã a partir do século X. A liturgia atual conserva os elementos tradicionais: imposição da cinza e jejum rigoroso.


QUANDO SE ABENÇOA E SE IMPÕEM A CINZA?

A benção e a imposição da cinza tem lugar dentro da Missa, após a homilia; embora em circunstâncias especiais, se pode fazer dentro de uma celebração da Palavra. As formas de imposição da cinza se inspiram na Escritura: Gn, 3, 19 e Mc 1, 15.


DE ONDE PROVEM A CINZA?

A cinza procede dos ramos abençoados no Domingo da Paixão do Senhor, do ano anterior, seguindo um costume que se remonta ao século XII. A forma de benção faz relação a condição pecadora de quem a recebeu.
QUAL É O SIMBOLISMO DA CINZA?

O simbolismo da cinza é o seguinte:

1. Condição fraca do homem, que caminha para a morte;
2. Situação pecadora do homem;

3. Oração e súplica ardente para que o Senhor os ajude; Ressurreição, já que o homem está destinado a participar no triunfo de Cristo.

Texto tirado do site da Canção Nova

Caminho de Quarenta Dias
Ir. Zuleides M. de Andrade, ASCJ

Naquela manhã de quarta-feira de cinzas, as palavras do Sacerdote que presidiu a celebração encontraram eco em mim e ficaram ressoando durante todo o dia. Foram tão claras e completas.
Os três elementos do tempo de quaresma é tudo o de que precisamos recordar e viver nestes quarenta dias que antecedem a comemoração da Páscoa de Jesus. Páscoa que se repete a cada ano, ressurreição da vida que se renova. Que esta reflexão lhe seja de proveito e produza frutos de purificação e espaço para a vitória do Amor em sua vida!

Quaresma é tempo de jejum, esmola e oração

O jejum

purifica o organismo, proporciona desconforto físico, torna a mente mais clara e coloca-nos em contato com a nossa fragilidade humana, que é sustentada pelo alimento. Leva-nos a pensar que nosso corpo "é pó e em pó se há de tornar". O jejum coloca-nos em contato conosco.
A esmola

concretiza a verdade de que somos filhos de um mesmo Deus e Pai, que criou tudo para todos e continua dando provas de amor. Dá-nos oportunidade para partilhar os bens que nos proporcionam conforto material, intelectual, afetivo... lembrando que o Deus da Vida "quer vida em abundância para todos". A esmola aproxima-nos do próximo. 

A oração

faz-nos entrar em sintonia com Deus, fonte de toda a vida. É um meio de alimentar o espírito, fortalecer a fé e reanimar a caridade. Que nos encontros de família haja tempo para se acolher, rever o dia, pedir perdão e a proteção divina, lembrando que Jesus disse: "onde dois ou mais estiverem unidos, eu estarei no meio deles." A oração sintoniza-nos com Deus." 

Convidamos você e sua família a criar um espaço sagrado em sua vida e em seu lar e colocar Jesus Cristo em um lugar especial. Que ao final da quaresma, estejamos mais próximos de nós, pelo Jejum; do próximo, pela esmola; e de Deus, pela oração; e, assim, celebrarmos a vitória de Cristo!

 
 

 

Com os olhos do coração, visualizemos a esperança e o amor de Deus,
que se manifestam na Cruz de Cristo.


“Queridos filhos! Esta quaresma para vós é um estímulo especial à mudança de vida. Começai a partir deste momento! Desligai a televisão e deixai de lado as várias coisas que não são úteis a vós. Queridos filhos, convido-vos à conversão pessoal. Este tempo é para vós.

Neste tempo de graça vos convido de novo à oração e à renúncia. Preparai-vos para viver a quaresma renunciando a qualquer coisa durante estes quarenta dias. Eu preciso da vossa ajuda para realizar os meus projetos. Peço-vos para colocar em prática quatro coisas: Reaprender a viver as mensagens, ler mais a Bíblia, oferecer mais orações segundo as minhas intenções e fazer mais sacrifícios, organizando também alguma coisa em particular.

Convido-vos a ler mais a Bíblia e particularmente aquelas passagens que falam da paixão, morte e ressurreição de Jesus. Renovai a oração diante da cruz. Queridos filhos, eu vos estou dando graças particulares e Jesus, da cruz, vos dá dons particulares. Acolhei-os e vivei-os! Meditai a Paixão de Jesus e uni-vos a Jesus na vida. Convido-vos, de modo particular, a venerar durante a Quaresma as chagas que o meu Filho recebeu pelos pecados. Uni-vos às minhas orações, para que as chagas Lhe sejam suportáveis. Continuai a vir sempre em maior número.
Neste tempo de graça quaresmal, convido-vos a abrir os vossos corações aos dons que Deus vos deseja dar. Não vos fecheis, mas com a oração e a renúncia, dizei sim a Deus e ele vos dará em abundância. Assim como na primavera a terra se abre à semente e traz os frutos em cêntuplo, assim o vosso Pai celeste vos dará em abundância. Eu estou convosco e vos amo filhinhos, com amor terno.

Eu vos convido à renúncia interior. A estrada que vos conduz a esta renúncia passa através do amor, do jejum, da oração e das boas obras. Somente com uma total renúncia interior, reconhecereis o amor de Deus e os sinais do tempo no qual viveis. Vós sereis as testemunhas destes sinais e começareis a falar disto. É para este desejo que eu vos conduzo. Abri o vosso coração para a misericórdia de Deus neste tempo de Quaresma.

Fazei isto por amor a Jesus, que redimiu a todos vós com o seu sangue para que sejais felizes e estejais na paz. Não esqueçais filhinhos, de que a vossa liberdade é a vossa fraqueza, por isso, segui as minhas mensagens com seriedade. O vosso coração é como terra arada e está pronto para receber o fruto que crescerá no bem. Vós, filhinhos, sois livres para escolher o bem ou o mal. Por isso vos convido: Rezai e jejuai.

Desejo incitar-vos a continuar a viver o jejum com o coração aberto. Através do jejum e da renúncia filhinhos, sereis mais fortes na fé. Através da oração cotidiana, vós encontrareis em Deus, a verdadeira paz. Eu estou convosco e não estou cansada. Desejo conduzir-vos todos comigo ao paraíso, por isso, decidi-vos a cada dia pela santidade.

Não tenham os corações duros para com a misericórdia de Deus, que se derrama sobre vós neste vosso tempo. Neste tempo particular de oração, permiti a transformação dos vossos corações para ajudar-me, a fim de que o meu Filho ressuscite em todos os corações e para que o meu coração triunfe.
  
Neste tempo de renúncia, oração e penitência, eu vos convido novamente: Ide confessar os vossos pecados para que a graça possa abrir os vossos corações e permita que ela vos transforme. Convertei-vos filhinhos, abri-vos a Deus e ao seu plano que ele tem para cada um de vós. Renunciai ao pecado e escolhei a vida eterna.

O Pai Celeste deseja vos libertar da escravidão do pecado, cada um de vós. Por isso filhinhos, façam o bom uso deste tempo, por meio do encontro com Deus na Confissão. Deixai o pecado e decidi-vos pela santidade. Purificai dos vossos pecados e em Jesus, meu Filho, vós reconhecereis a vítima de expiação pelos pecados de todo o mundo. Que ele seja o sentido da vossa vida e que a vossa vida seja um serviço ao amor divino do meu Filho.

Convido-vos a abrir-vos à oração. Vós houvestes entendido o quanto sois pequenos e o quanto é pequena a vossa fé. Decidi-vos filhinhos também hoje por Deus, para que Ele em vós e através de vós mude os corações dos homens e também os vossos corações. Sede jubilosos portadores de Jesus ressuscitado neste mundo inquieto, que anseia por Deus e por tudo aquilo que é de Deus. Semeai a alegria e nos vossos corações o fruto da alegria irá crescer para o vosso bem, e os outros os verão e os receberão através das vossas vidas.
Convido-vos a viver a Quaresma com os vossos pequenos sacrifícios. Obrigada por todo pequeno sacrifício que houvestes oferecido a mim. Queridos filhos, continuai a viver assim e com amor, ajude-me a oferecer o sacrifício. Que o vosso dia seja repleto de pequenas e ardentes orações por todos aqueles que ainda não conhecem o amor de Deus. Deus vos dará o prêmio.

Hoje vos convido a olhar de modo sincero e a fundo nos vossos corações. O que vedes neles? Onde está o meu Filho e o desejo de seguir em direção a ele? Meus filhos, que este tempo de renúncia seja um tempo no qual vos perguntais: O que deseja Deus de mim pessoalmente? O que devo fazer? Rezai, jejuai e tereis um coração cheio de misericórdia. Não esqueçais os vossos pastores. Rezai para que não se percam e que permaneçam no meu Filho, a fim de que sejam bons pastores para com o seu rebanho.

Dia após dia vos estou suplicando para renovar a oração, mas vós não me respondeis. Hoje vos convido pela última vez. Agora é Quaresma e vós, podeis aderir agora, por amor, ao meu chamado. Se não o fizerdes, não desejo vos dar outras mensagens. Deus aprovou esta minha decisão.

Neste período de quaresma, satanás, por todos os meios, quer destruir em vós tudo aquilo que havíamos começado. Como vossa Mãe eu vos coloco em alerta. Que a oração seja uma arma contra ele.
FONTE: ORKUT